Cadastro Nacional de Instrutores da Justiça do Trabalho





Cadastro Nacional de Instrutores da Justiça do Trabalho (CNI-JT)


Esta iniciativa é um reconhecimento do Conselho Superior da Justiça do Trabalho aos conhecimentos e habilidades profissionais dos servidores que atuam como instrutores e que notoriamente prestam um serviço de excelência ao Judiciário Trabalhista.

Dessa forma, dá-se visibilidade a estes servidores, favorecendo o uso da instrutoria interna como instrumento na escolha de profissionais especializados para realização de ações de capacitação.

Acesse o Cadastro Nacional de Instrutores da Justiça do Trabalho




Critérios para cadastro

Os critérios para que o servidor integre o Cadastro Nacional de Instrutores da Justiça do Trabalho - CNI-JT são os seguintes:

  1. Servidor em exercício ou aposentado nos órgãos da Justiça do Trabalho;
  2. Ter atuado como instrutor interno na área de conhecimento requerida e obtido no mínimo 80% de aprovação na Avaliação de Reação dos cursos ministrados.


Quem pode indicar o instrutor?

As unidades de Gestão de Pessoas e as Escolas Judiciais dos órgãos da Justiça do Trabalho são responsáveis pelo envio das informações dos instrutores ao CSJT através do envio desses dados para o email ead@csjt.jus.br .


Quem cadastra os instrutores?

O CSJT é responsável pela conferência dos documentos enviados pelos TRTs e também pelo cadastro dos dados do instrutor no Ambiente Virtual de Aprendizagem do CSJT.


É preciso usuário e senha para acessar o CNI-JT?

Sim. As unidades de Gestão de Pessoas de cada Tribunal da Justiça do Trabalho receberão senha de acesso ao cadastro.


Arquivos úteis

Última atualização: sexta, 6 junho 2014, 11:38